Paulo Coelho pede que a ONU barre a participação de Bolsonaro em assembleia

(crédito: Divulgação )

Renomado nacional e internacionalmente, escritor brasileiro foi nomeado pela Organização das Nações Unidas como ‘Mensageiro da Paz’ da entidade

O escritor Paulo Coelho, mundialmente conhecido, postou uma mensagem em seu Twitter, nesta sexta-feira (17/9), pedindo ao secretário-geral da ONU, António Guterres, que barre a participação do presidente do Brasil Jair Bolsonaro (sem partido) na Assembleia Geral, que será realizada em Nova York.

Paulo Coelho foi designado, em 2007, como ‘Mensageiro da Paz’ pela Organização das Nações Unidas (ONU).

“António Guterres, sei que não pode impedir a entrada de mandatários, mas seria uma vitória proibir a comitiva do presente brasileiro de entrar. Não estão vacinados – mau exemplo hoje estampada em todos os jornais do mundo”, postou. Ele assinou como ‘Mensageiro da Paz’ da ONU.

Bolsonaro é o único líder do G20 – que reúne países que possuem as 20 maiores economias do mundo – a ter afirmado publicamente que não se vacinou contra a covid-19.

Segundo o jornal inglês The Guardian, o presidente brasileiro pretende desrespeitar as regras sanitárias na reunião da ONU, marcada para o dia 21 de setembro, em Nova York.

A publicação ainda relembrou um trecho da transmissão ao vivo que Bolsonaro promoveu nessa quinta-feira (16/9). Na ocasião, o presidente destacou que seus níveis de anticorpos eram altos e disse que “estava melhor que qualquer pessoa vacinada com CoronaVac”. Mesmo assim, no mesmo instante, foi aconselhado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a se vacinar.

Fonte: Estado de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *