Palmeiras vence de virada, assume vice-liderança e mantém Sport no Z-4

Felipe Melo fez o gol da vitória do Palmeiras sobre o Sport (Foto: Marcos Ribolli)

Com grande volume de jogo, Verdão sai atrás, mas finaliza mais de 30 vezes e conta com dois gols de bola parada para ganhar; Maílson tem grande atuação, apesar de derrota

Novo vice-líder

O Palmeiras retomou a vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao vencer o Sport por 2 a 1, de virada, na noite desta segunda-feira, no fechamento da 28ª rodada da competição. Mesmo saindo atrás no placar, com gol de Leandro Barcia, o Verdão tomou conta do jogo, finalizou exatas 36 vezes à meta defendida por Maílson – que teve grande atuação – e chegou à vitória com gols de Luiz Adriano e Felipe Melo, ambos no segundo tempo, ambos após cobranças de escanteio de Gustavo Scarpa. O Verdão se impôs, soube vencer a sólida defesa rival e ainda se vê com esperanças de título. Já o Leão, que sairia da zona de rebaixamento com uma vitória, continua em situação crítica no Brasileirão.

Voz da Torcida

Bocca tem esperanças no futuro do Palmeiras até o fim da temporada: “Que a gente possa jogar assim até a final da Libertadores”.

Como fica?

A vitória leva o Palmeiras aos 49 pontos, novamente na segunda posição, a 10 pontos do líder Atlético-MG – que tem um jogo a menos. Já o Sport continua em 18º lugar, com 27 pontos, e perde a chance de deixar o Z-4.

Amor e ódio

Luiz Adriano está longe de sua melhor fase com a camisa do Palmeiras, tanto que a torcida já havia pegado no pé do atacante em vitória sobre o Internacional, semana passada. Nesta segunda, ele aproveitou cobrança de escanteio de Scarpa, desviou meio sem querer, mas tirou a “zica” e fez sinal de silêncio em direção à torcida. Rapidamente contido pelos companheiros, ele saiu em paz com a torcida – foi aplaudido ao ser substituído por Deyverson.

Marca histórica

Felipe Melo foi responsável pelo gol 400 do Palmeiras na história do Allianz Parque e agradeceu até a Felipão, ex-técnico do Verdão, pelo feito.

Se serve de consolo…

Maílson vem fazendo um grande campeonato e é um dos responsáveis pelo Sport ter sofrido apenas 24 gols em 28 jogos – uma das defesas menos vazadas. No segundo tempo, fez dois milagres em cabeçadas seguidas e segurou enquanto pôde a pressão do Palmeiras.

Foto: Wilian Oliveira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Primeiro tempo

Um contra-ataque, uma desatenção do Palmeiras, e aos três minutos o Sport já estava em vantagem no placar: após roubada de bola, Luciano Juba foi lançado em profundidade, cruzou e viu Leandro Barcia chegar pela direita para finalizar e fazer 1 x 0, após a confirmação do VAR. O Leão ainda conseguiu ficar com a bola e controlar alguns momentos da primeira etapa, mas o Palmeiras naturalmente tomou conta das ações, tentando o empate. Inicialmente, a opção foi pelas bolas em velocidade com Rony e Dudu – que levaram perigo, é verdade, com Rafael Thyere salvando um chute cruzado de Rony quase em cima da linha. A chance mais perigosa foi presente de Sabino, zagueiro do Sport. Ele escorregou no campo de defesa, Luiz Adriano roubou a bola, avançou e exigiu grande defesa de Maílson. No fim, Piquerez quase empatou após jogada trabalhada pela direita e mais uma finalização defendida.

Segundo tempo

Abel Ferreira fez no intervalo a alteração decisiva do jogo: Gustavo Scarpa na vaga de Danilo. Com o meia em campo, o Palmeiras ganhou qualidade na bola parada – arma importante diante de uma defesa fechada como a do Sport. A equipe pernambucana perdeu a capacidade de reter a bola, e o jogo virou praticamente um ataque contra defesa. No início, vantagem para o Leão: Maílson segurou o Verdão em pelo menos três lances. Mas nos escanteios estava a chave alviverde. Aos 7 minutos, Scarpa cobrou, a bola desviou em Luiz Adriano e entrou – o centroavante chegou a fazer sinal de silêncio para a torcida. Aos 9, Scarpa cobrou de novo, e o Palmeiras quase virou após bate-rebate. Após mais chances perdidas com Gustavo Gómez, Dudu e Willian, a virada enfim chegou: aos 36, Scarpa cobrou escanteio, Willian desviou para trás, e Felipe Melo fez o gol da vitória – e número 400 do Palmeiras no Allianz Parque.

Público e renda

Público: 13.367 torcedores.

Renda: R$ 788.538,85.

Torcida do Palmeiras em jogo contra o Sport (Foto: Marcos Ribolli)

Dudu em Palmeiras x Sport (Foto: Marcos Ribolli)

    Próximos jogos

 O Palmeiras volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Grêmio, às 16h (de Brasília), na arena do time gaúcho, pela 29ª rodada do Brasileirão. Já o Sport pega o Bragantino nesta quinta-feira, às 19h, no Nabi Abi Chedid, em jogo antecipado da 34ª rodada – isso por causa da presença do clube paulista na final da Copa Sul-Americana, em 20 de novembro.

Fonte: Lance a lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *