Data AZ: Silvio Mendes amplia vantagem e lidera com 48% sobre Fabio Novo

Fabio e Silvio têm perda de intenção de voto na pesquisa espontânea

Por Redação do Portal AZ, 12/04/2024 12:18 – Atualizado às 12:45

A segunda pesquisa Data AZ para as eleições municipais em Teresina, realizada entre os dias 8 e 9 de abril, mostra que o candidato Sílvio Mendes (União Brasil) ampliou a vantagem que tinha sobre o petista Fábio Novo.

Na pesquisa anterior, em sondagem estimulada, Silvio aparecia com 40% das intenções de voto contra 32,88% de Novo. Agora, o ex-prefeito aparece com 48% e o deputado estadual com 27,5%.

Entre as duas pesquisas, a primeira realizada entre 15 e 17 de março, além do lapso de tempo tem a saída de campo do pré-candidato Jeová Alencar, que cravou 10% das intenções de voto em março.

O movimento do deputado estadual em direção a Sílvio Mendes, de quem devera ser o vice, acrescentou 8% a mais de intenções de voto para o ex-prefeito e ocasionou alguma perda para Fábio Novo.

Na pesquisa estimulada de 8 e 9 de abril, o prefeito Dr. Pessoa aparece com 5,3%, ante 2,75% na sondagem de março – o que indicaria uma migração de votos de Jeová Alencar na direção do atual ocupante do Palácio da Cidade, que vai tentar a reeleição.

Nesta rodada de pesquisa, o nome do empresário João Vicente Claudino (PSDB) foi incluído na sondagem estimulada. Ele aparece com 3,13% das intenções de voto.

Lourdes Melo, do PCO, que ainda não se sabe se poderá disputar a eleição, também foi incluída na pesquisa, sendo citada por 1,25% dos eleitores.

O candidato do Novo, professor Tony Kerley aparece com 0,75% ante 1% na rodada anterior.

Segundo a pesquisa Data AZ, em sondagem estimulada, os eleitores indecisos somam agora 6,38% (eram 5,38% na pesquisa anterior). Eleitores dispostos a votar nulo, branco ou em nenhum dos candidatos somam agora 7,88% ante 8% na sondagem anterior.

Fabio e Silvio têm perda de intenção de voto na pesquisa espontânea

A vantagem de Sílvio Mendes sobre Fábio Novo se mantém na pesquisa espontânea, mas nessa sondagem a indecisão recai sobre metade do eleitorado.

O candidato Silvio Mendes tem 23,88% das intenções espontâneas de voto ante 15,38% para Fábio Novo; 2,38% para Dr. Pessoa e 1,13% para Jeová Alencar.

Os eleitores indecisos somam 50,88% – que se agregados aqueles dispostos a votar branco, nulo ou nem escolher um candidato (4,63%) – chegam a 55,51% do universo de eleitores, em evidência de desinteresse pelo pleito.

Houve um aumento de eleitores indecisos entre as duas sondagens. Em março, os indecisos somavam pouco mais de um terço dos eleitores: 34,25%.

O aumento de agora refletiu uma redução nas intenções de voto para os candidatos que polarizam a disputa em Teresina.

Em março, Silvio Mendes aparecia com 26,88% das intenções de voto contra 23,25% de Fabio Novo.

Entre a pesquisa de março e a atual, o petista teve um recuo de 7,87% nas intenções espontâneas de voto, enquanto Silvio Mendes teve perda de 3%.

No embate direto, Silvio tem 22 pontos sobre Fabio Novo

Em cenário de embate direto, sem que haja ouros candidatos a prefeito, o que poderia ser uma simulação de segundo turno, o ex-prefeito Silvio Mendes lidera a corrida pela prefeitura com mais de 22 pontos percentuais sobre Fabio Novo.

Ao propor que houve apenas os dois em disputa, o Data AZ apurou que 55,75% dos eleitores escolheriam o ex-prefeito contra 33,5% que votariam no candidato do PT.

Neste cenário, os indecisos seriam 5,88% e os que votam nulo, branco ou em nenhum dos candidatos, 4,88%.

Na pesquisa anterior, neste mesmo cenário, a vantagem de Sílvio Mendes sobre Fabio Novo era menor. O ex-prefeito aparecia com 49,63% e o petista com 38,5% – uma diferença de 11,13%, ou seja, entre uma pesquisa e outra, em cenário de segundo turno, o ex-prefeito Silvio Mendes dobrou sua vantagem sobre o deputado Fabio Novo.

REJEIÇÃO

O prefeito Dr. Pessoa é o mais rejeitado entre os candidatos ao Palácio da Cidade. A pesquisa Data AZ aferiu que 63,88% dos eleitores não escolheriam o atual prefeito de jeito nenhum para seguir no cargo.

O segundo mais rejeitado é Fábio Novo, com 8,25% seguido por Lourdes Melo (5%), Silvio Mendes (3,75%) e João Vicente (1,38%). O professor Tony Kerley não tem rejeição alguma.

FICHA TECNICA DA PESQUISA

Registro TSE: PI-02913/2024.

Data de realização: 8 e 9 de abril.

Universo da amostra: município de Teresina

Tamanho da amostra: 800 entrevistas individuais e domiciliares, distribuídas nas zonas urbana e rural do município.

Margem de erro: 3,5% (para mais ou menos), com nível de confiança de 95%, nível de significância de 5%.

Responsabilidade técnica; Instituto Data AZ.

Contratante: o instituto realizador.

Fonte: Portal AZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *